sábado, 12 de agosto de 2017

PAI... a mente vai longe!!!!


"Pai, você foi meu heroi, meu heroi, meu bandido, hoje eé mais, muito mais que um amigo!!!
Você faz parte deste caminho.. que hoje eu sigo em paz!!!"(Fabio Jr. -cantor e compositor)


Ele se foi lá em minha adolescência...mas a vontade de balbuciar o monossílabo "PAI" ainda é imensa....
Ele tinha valores construídos...mas uma estrutura emocional abalada...e os anos a abalaram muito mais através do alcoolismo.
Mas o primeiro lugar, na lista dos heróis da minha primeira fase de vida, era ocupado por ele.
Apesar de franzino, era grande nas ideologias...
Apesar da pouca lucidez enquanto alcoolizado, era um ser sábio, porém muito pouco aproveitado...
A família, já cansada dos escândalos em virtude do alcoolismo, mantinha contato mínimo...
...só havia um irmão dele que ainda lhe dava alguns mimos....e as ofensas, ignorava...
Mas sempre me lembro dele, com um sorriso envergonhado...
A impressão que guardo é que ele não tinha controle sobre seu vício, uma fraqueza...
Mas quando conseguia vencê-la, nem que por um dia, dele emergia uma interna beleza!!!
Ahhhhhhhhh...quantas saudades.....
Quisera eu ter tido mais tempo para poder aproveitar tanto conhecimento...
Não falava idiomas, mas sabia o quanto o domínio de outra língua poderia abrir novos horizontes...
Não havia nascido em berço de ouro, mas quando lúcido, sabia como se comportar em qualquer ambiente..
Era rígido em sua postura....mas comigo, sua "nenê", mostrava total doçura....
E não economizava sinais para demonstrar que, mesmo na ausência, havia a constante lembrança...Uma bala aqui, um chocolate ali, até doce de leite embrulhado na palha....uhmm como era "dos Deuses"!!!
E se tinha uma pessoa que nesta vida me fez sentir orgulho de mim mesma, essa pessoa era meu pai: ele desfilava comigo sorrindo, nunca estava "armado", jamais enfurecido.


E nem mesmo os 50 anos que nos separavam, minimizavam tal fascínio....e foram muitas histórias....
Tudo bem que o casamento não existia em função de tantas mágoas e meus passeios ou eram com minha mãe, ou com o meu pai...quase NUNCA com o casal....
Minha mãe tinha lá o jeito dela de "general", papel que desempenhava para ser o "homem" forte da casa, na ausência do companheiro alcoólatra.. e as regras mais pesadas sempre vinham do lado dela. 
Meus pezinhos eram "chatos" como diziam na época....e eu usei botas ortopédicas. Mas aquelas botas eram horrorosas!!!! Não me deixavam aflorar um lado já feminino que permeava o meu ser ainda criança...
Me lembro que eu pedia para minha mãe liberar tal uso na escola, pois eu queria usar sapatos do tipo "boneca" e ficar muito mais feminina como minhas amiguinhas.... mas ela não deixava.
E como eu tinha por volta de sete anos, e a escola era pertinho de casa, um deles quem me levava para a aula. E sabe que um dia ele me fez uma enorme surpresa? Primeiro convenceu a minha mãe de que ele me levaria para a escola e, quando lá chegamos, no momento em que ia me despedir, ele abriu sua maleta de vendedor e "voila"....meu sapatinho "boneca" estava lá!!!! Nossa.... A EMOÇÃO FOI GRANDE DEMAIS!!!!  Eu não conseguia acreditar que entraria na escola como minhas amiguinhas, toda feminina...eheheheh
Pois esse era o meu "papinho"...como eu o chamava...
Eu nunca pedi uma estrela para el...mas tenho impressão de que, se houvesse pedido...ele teria me dado!!!
Eu pensava em um dia, ele fazia acontecer logo em seguida....era sua forma de compensar um vício que não conseguia dominar....Ele demonstrava que tudo o que eu fazia era perfeito e seu maior prazer era ver sua "nenê" tocar violão. Me deu um de presente, em meus oito anos de idade.... E logo que comecei a tocar, sua musica preferida era "Folia de Reis", Baianos e Os Novos Caetanos.
Eu me lembro que os olhinhos dele marejavam, na dupla emoção: escutar a musica que tanto gostava e tocada e cantada pela sua "nenê".
Ahhhhhh...se chegasse em casa eu eu estivesse tocando violão, nem fome sentia...por ali mesmo sentava e bem baixinho, cantava....de tão tímido que era...
E sempre que me via triste, quando lúcido, queria saber o motivo...para mudar aquela minha carinha...
Um dia, me lembro ter dito que estava triste porque ele havia feito um escândalo na noite anterior, quando chegara em casa, embriagado.... e acabei por chorar, porque não gostava de ver meus pais discutindo e brigando o tempo todo. Então, naquele mesmo momento.... ele pegou em minha mão, subimos a escada, pois morávamos em um sobrado, entrou no quarto dele, pois dormia sozinho e, atrás da porta, me mostrou um calendário. Pegou uma caneta, mostrou o dia em que estávamos e lá fez uma marquinha. Olhou bem dentro dos meus olhos e disse: a partir de hoje seu "papinho" não bebe NUNCA mais!!!!! Acredito que aquele dia foi um dos dias mais especiais da minha vida. Tudo o que eu mais queria era que meu pai deixasse de beber, deixasse de chegar em casa, embriagado. Mas, infelizmente, nem tudo o que nós seres humanos nos propomos a fazer, conseguimos colocar em prática....
E infelizmente, aquela mão que era a mais forte que havia segurado a minha, até então, fez aquele caminho tantas vezes, repetiu aquela promessa, tantas outras, mesmo sabendo que mais ele precisava escutar tal promessa do que eu poderia acreditar que aquilo realmente aconteceria de verdade...E claro, alcoólatra desde seus 17 anos e fumando uma média de 3 maços de cigarros por dia, o coração não suportou, o quadro clínico complicou e a morte, o meu pai levou ....E eu só tinha 14 anos.....
E para fechar com chaves de ouro esta história, pedacinho precioso da minha vida, foi exatamente com o terno que que ele havia mandado confeccionar para a minha formatura de violão, que seria no mês seguinte, que ele fora sepultado....

..... Décadas já passaram.... 
...me tornei mulher, esposa, me formei, fui mãe... 
...não necessariamente nesta ordem....  
Lágrimas de alegria, de tristeza... ganhos, perdas.... promoções... decepções....  
Nossa..... quantas emoções neste meu caminhar...                       Mas se tem uma emoção que jamais deixei de sentir é a saudade em pronunciar a palavra    I ....                         ...em minha concepção....   
Presença de 
Amor... 
Imenso....

Para um SUPER PAI...
FELIZ DIA DOS PAIS!!!


segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O poder dos pensamentos


A sua vida é aquilo que se  faz dela. 

A sua felicidade depende principalmente da sua atitude na vida e, nomeadamente, do teor e da qualidade dos seus pensamentos e ideias, que são mais poderosos do que aquilo que possa pensar. 

São até as suas principais armas para levar a existência que deseja ter.


Você não vê o mundo tal como ele é, mas como a sua mente o vê. 
Dito de outra forma, todas as suas percepções têm um papel de filtro entre a realidade e você. 
O mundo é aquilo que pensa dele. Se pensar mal dele, não poderá progredir.  
Assim, os seus pensamentos influenciam a sua existência e todo o seu ambiente. Poderá ser feliz ou infeliz em função do teor positivo ou negativo das suas ideias.
Para tornar as suas ideias o mais fortes possível, é preciso positivá-las ao máximo. Quando uma ideia negativa vier, deixe-a vir; quando partir, deixe-a partir. Aja com as suas ideias negativas como com um cavalo. Tal como faríamos com um cavalo selvagem, é preciso acalmar os seus pensamentos negativos. Se os mantiver na sua mente, andarão às voltas como um 
cavalo fechado num picadeiro. Se deixar o cavalo sair do picadeiro, ele irá correr em espaços vastos e, na altura certa, acalmar-se-á e tornar-se-á tranquilo.
 Para uma ideia negativa, faça a mesma coisa: não a prenda; deixe-a partir e sair do picadeiro da sua mente. Se ela resistir, emita imediatamente um pensamento positivo sobre alguma coisa positiva que gostaria de fazer. Esta reação, com um pouco de treino, afastará a ideia negativa.
 Ao fim de algum tempo, a sua mente irá acalmar-se sozinha e as ideias negativas desaparecerão. Terá assumido o controle da sua mente e poderá mudar a sua existência e o mundo à sua volta.

Lindos dias de vida para todos nós, repletos de bons pensamentis!!!



terça-feira, 25 de julho de 2017

25 de Julho - Dia do escritor...ebaaaaaaaaa


E quanto outros carinhos encontrei pelo Google...
E de forma generalizada, a eterna gratidão através das "letrinhas" que manipulamos diariamente, rumo à uma nova percepção da vida  e de seus acontecimentos.
Guardar dentro de si, como li em um deles, VÁRIOS MUNDOS!!!
Isso é o que mais me atrai em meu trabalho diário: abrir possibilidades!!!

E como se eu fosse um veículo em constante movimento:
a estrutura, meu idioma...
o retrovisor, meu conhecimento...
os faróis, meu olhar crítico e sensível...
os pneus, minhas letrinhas ...
o combustível, a vida e seus acontecimentos....
a estrada, a minha percepção...

...há uma vida, paralela à minha, que pulsa quando escrevo
Como se entrasse em transe, em uma viagem inédita, onde o início é a identificação com o tema apresentado, o durante, o desenvolvimento do texto em si e o final da viagem, a partilha com quem tiver acesso ao que escrever...
Isso é mágico...
Me comparo à um artista, que molda seu objeto e o expõe, para que seja apreciado pelos interessados em adquiri-lo.
Sou muitíssimo grata ao Alto, por este talento nato, que identifiquei desde muito pequena...

Um brinde à todos os meus colegas que viagem através das letrinhas!!!




















Escrever é dar margem aos pensamentos. Parabéns escritores! 

O dia do escritor foi criado a partir da década de 60, através de João Peregrino Júnior e Jorge Amado, quando realizaram o I Festival do Escritor Brasileiro, organizado pela União Brasileira de Escritores, a que os dois eram presidente e vice-presidente, respectivamente.  
 
Escritor - criador de imagens, personagens, fantasias, nos leva a navegar pelas histórias de vidas reais ou inventadas, solvendo as palavras. 

Obrigado por nos proporcionar sonhos e viagens nos momentos mais insólitos e impossíveis, quanto estamos presos a cama ou em uma cela. 
Obrigado por proporcionar a fuga de vidas tão sem emoções nos levando a conhecer outros mundos. 
 
O Instituto Pró-livro parabeniza a todos os escritores que com sabedoria proporcionam o despertar da imaginação de milhares de pessoas. 

É através de suas histórias que formamos opiniões, refletimos sobre coisas e também conseguimos estimular nossa criatividade abrindo pensamentos para novos espaços e tempos. 

(fonte: www.prolivro.org.br)


segunda-feira, 3 de julho de 2017

Sacudindo a poeira...



"Um fazendeiro, que lutava com muitas dificuldades, possuía alguns cavalos para ajudar nos trabalhos em sua pequena fazenda. 
Um dia, seu capataz veio trazer a notícia de que um dos cavalos havia caído num velho poço abandonado. O poço era muito profundo e seria extremamente difícil tirar o cavalo de lá. 
O fazendeiro foi rapidamente até o local do acidente, avaliou a situação, certificando-se que o animal não se havia machucado. 
Mas, pela dificuldade e alto custo para retirá-lo do fundo do poço, achou que não valia a pena investir na operação de resgate. Tomou, então, a difícil decisão: 
Determinou ao capataz que sacrificasse o animal jogando terra no poço até enterrá-lo, ali mesmo. E assim foi feito: Os empregados, comandados pelo capataz, começaram a lançar terra para dentro do buraco de forma a cobrir o cavalo. Mas, à medida que a terra caía em seu dorso, o animal a sacudia e ela ia se acumulando no fundo, possibilitando ao cavalo ir subindo.
Logo os homens perceberam que o cavalo não se deixava enterrar, mas, ao contrário, estava subindo à medida que a terra enchia o poço, até que, finalmente, conseguiu sair!"




Está se sentindo no fundo do poço? Tem alguém tentando "jogar terra" sobre você? Aconteceu alguma coisa, em sua vida, que mudou o curso da história e você está muito desanimado, sem saída?
Seja lá o que for.... não se acomode com o que parece ser!!!!
Viver cada dia é como estar em um "poço" de surpresas...mas se enterrar nele, só depende de mim e de você!!
Então, nada de se acomodar nesta situação que parece tão desagradável.... 
LEVANTA, SACODE A POEIRA E DÁ A VOLTA POR CIMA!!!!
Se for o caso, leia novamente esta parábola e não perca tempo para agir como fez tal animal. Afinal, não precisamos aceitar o que tentam nos dar.... nem mesmo mais terra, se já estivermos no fundo do poço!!! 
E se isso realmente acontecer, não tenha dúvida: use-a para que seja a alavanca da sobrevivência, da superação e, consequentemente, da vitória!!!!
Lindo dia de vida para todos nós!!!!!!
Quando a tristeza bater na sua porta, abra um belo sorriso e diga:
Desculpa...mas hoje a FELICIDADE chegou primeiro!!!

Volta Por Cima
(Paulo Vanzolini)

Chorei, não procurei esconder
Todos viram, fingiram
Pena de mim, não precisava
Ali onde eu chorei
Qualquer um chorava
Dar a volta por cima que eu dei
Quero ver quem dava
Um homem de moral não fica no chão
Nem quer que mulher
Venha lhe dar a mão
Reconhece a queda e não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá a volta por cima

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Onde iremos parar?!?!

Não dá pra ficar calada....
Aconteceu aqui do meu lado...São Bernardo do Campo, cidade vizinha da minha...
Como assim?!
Voltamos para a Idade Média, com os recursos contemporâneos?!?!
Além de condenarmos o outro, com nossas próprias leis, ainda o sentenciamos à tortura e com filme exposto na rede?!?!
Qual o intuito de uma atitude desta e com um cúmplice, a tiracolo: fazer justiça com as próprias mãos, assumir um nazismo sem escrúpulos...ou a simples busca de notoriedade?!?!
Eu confesso que não estou com medo do futuro...isso já passou!!!
Eu estou com medo do presente!!!
Não temo mais o que será o futuro para minhas netas...mas a que riscos elas estão sujeitas no dia de hoje!!!
Que tipo de Ser Humano passa ao meu lado, quando estou fora de casa: um delinquente, um maníaco, um nazista?!?!
Antigamente, ações tão absurdas como estas, só aconteciam em países muito distantes e com culturas muito diferentes das nossas...
Agora, esta tatuagem absurda, aconteceu ao lado da minha casa...poucos quilômetros de distância.
E eu, que achei, há pouco mais de três anos atrás,  que um diagnóstico de câncer seria o maior desafio de minha vida...quanta ingenuidade!!!
Desafio  não é o que está em nossas mãos desvendar e entender...desafio é o que não depende de nós...dos nossos conceitos, dos nossos limites, aqueles que deveriam terminar onde inicia o alheio!!!
Um diagnóstico dw câncer, é só mais uma evidência para nos fazer valorizar a vida, pois a morte é nossa maior certeza; mais cedo ou mais tarde, partiremos!!!
Mas quando o desafio vem de forma inusitada, com traços de nazismo puro, tortura e exposição aos que "pecam" e andam fora da linha que "EU" desenhei..
Onde podemos concluir que "fazer justiça com as próprias mãos"dá muitos "likes" nas redes sociais e notoriedade na mídia..
E pior ainda: dá exemplo para os que estão na mesma sintonia...
...eu realmente passo a temer pelo hoje ..e não somente pelo futuro das minhas netas...
Há alguns meses atrás, o Estado Islâmico chocou o mundo inteiro, com as decaptaçoes filmadas e jogadas na rede...
E eu ouvi..."lá isso é normal..."
E aqui: passará a ser normal tb?
Onde iremos parar se não sairmos da zona de conforto e olharmos para os que convivemos a ponto de diagnosticar que algo de errado acontece com ele?!?
Não importa que seja filho, marido, pai, mãe, irmão...colega de trabalho..vizinho...
NÃO IMPORTA O GRAU DE LIGAÇÃO...
Mas eu tenho certeza que, uma pessoa que comete uma ação destas, não pode ter um comportamento NORMAL, dentro de casa, no trabalho....etc...em algum lugar ela já deu sinais de ser uma ameaça para a sociedade.
Fica aqui o meu pedido mais atual a todos: ABRAM SEUS OLHOS..E ENXERGUE COM SABEDORIA, O TIPO DE SER HUMANO QUE ESTÁ AO SEU LADO!!!
Não se mantenha na zona de conforto, só para não ter que tomar uma atitude mais drástica!!!
Porque esta situação, em especial, já nos dá o melhor exemplo dw todos...
A mãe do rapaz vítima desta ação disse: "Peça para eles virem aqui em casa, conhecer os detalhes da vida dele...e quem sabe mudarão o julgamento..."
E qual patologia será maior: da mãe que não buscou ajuda necessária; do Estado que não oferece condições dw tratamento para dependentes químicos; dos rapazes que fizeram justiça com as próprias mãos...da família destes rapazes que jamais imaginaram do que seus filhos seriam capazes...ou da globalização, que nos disponibiliza a interação de notícias, mesmo sendo sordidas e "exemplicistas" para futuros algozes?!?!

https://extra.globo.com/casos-de-policia/caso-de-jovem-torturado-com-tatuagem-na-testa-ganha-repercussao-internacional-21466109.html?versao=amp

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Muito prazer.... Carunxu di Mio!!! Vale a pena postar de novo...

Ahhhh... como é bom estar conectada no mundo, sem pré conceitos... simplesmente abertos ao que acontece ao nosso lado, à nossa frente...em nosso caminho!!!
E foi assim que, um dia lá no passado, eu encontrei a energia destes mocinhos e mocinhas.... que fizeram a diferença naquele meu domingo!!!!
E claro, não poderia deixar de partilhar com vocês, o astral do CARUNXO DE MIO nesta apresentação no programa da TV Cultura,  Viola minha viola, de Inezita Barroso.


E para quem se interessar pela presença deste grupo prá lá de animado, nos festejos das festas juninas e julinas, segue release e como contatá-los.

Como disse Inezita Barroso: "Vocês abrasileiraram a quadrilha!!!" 
Ahhhh Carunxo de Mio...ainda vou  conferir esta energia do bem, ao vivo e em cores, viu?!?

Em 10 de maio de 2004, com a intenção de se divertir e representar a cidade no 1º Concurso de Quadrilhas de Queluz-SP, três amigos fundaram a Quadrilha Tradicional CARUNXÚ DÍ MÍO.
Iniciado de uma brincadeira, hoje tem sua história marcada em sua cidade de origem (Queluz) e região, pois a mesma tem trabalhado e se aperfeiçoado durante esses 10 anos para transmitir a alegria dos festejos Juninos. 

Apaixonados pelo São João, o grupo segue levando a cultura junina em seu município e cidades da região. 
No concurso queluzense percebe-se a evolução do grupo. 
Entre suas classificações estão:
  •  3ª colocada -2005, 
  • 5ª colocada - 2006, 
  • 3ª colocada - 2007, 
  • 3ª colocada -2008,
  •  3ª colocada - 
  • 2009, CAMPEÃ - 
  • 2011, BI-CAMPEÃ - 
  • 2012, Vice-Campeã - 
  • 2013 
  • Vice-Campeã  no Concurso de Quadrilhas de São Luiz do Paraitinga
Entre as principais apresentações da Quadrilha, destacam-se os Programas de TV:
  • "Sabor e Vida" - Tv Aparecida (2011),
  •  "Bem da Hora" - Tv Canção Nova (2011) e  
  • "Viola Minha Viola, com Inzita Barroso" -Tv Cultura (2013) 
  • Revelando São Paulo em SJC (2005, 2013 e já temos agendado 2014). 
O grupo ​Carunxú Dí Mío continua seu trabalho em 2014 com muito orgulho, muito amor e muita alegria.

Sou QUADRILHEIRO sou CAIPIRA sim sinhô.


Quadrilha Tradicional CARUNXÚ DÍ MÍO
www.carunxudimio.wix.com/cmio
Queluz - SP
Contato: Cel.: (12) 9719-9249
E-mail: carunxudimio@yahoo.com.br
Twitter: @carunxudimio10



terça-feira, 30 de maio de 2017

Andar de bicicleta e o amor verdadeiro...

Minha prima Sueli...
Papai do céu a levou, na noite do último sábado...
Se não fosse o evento social que idealizei, em homenagem a muitas mães, no Espaço Chico Mendes, em São Caetano, seria eu quem passaria aquela noite com ela...mas iria no domingo!!!
Essa vida da gente é incrível, ne?
Minha mãe demorou, após seu casamento,  13 anos para ter a filha tão sonhada, em seus braços...
Teve duas gravidez com gêmeos..mas perdeu os bebês e passou, inclusive, por risco de vida.
Quando veio para Santo André, em meados da década de 1950, morou com os pais desta minha prima; o pai dela ela irmão do meu pai...
E sempre escutei que, a vontade da minha mãe era tão grande, em ser mãe, que quando esta minha prima nasceu, ela dizia para a minha tia Aurora, mãe dela, que iria roubar minha prima..ehehe
Anos depois, exatamente 10 anos depois, minha mãe soube que uma mulher estava colocando um bebê recém-nascido para adoção...EUZINHA...
Minha mãe não precisaria mais pensar em "roubar" nenhum bebê....
Hoje, eu realmente acredito que ambas já se reencontraram lá no céu...neste plano que chamamos de Superior ou de CASA..
Elas não tinham muito contato, nos últimos anos de vida de ambas...minha mãe já partiu há quase dois...
Mas...em cada novo momento que paro para conjecturar sobre a vida, mais e mais eu tenho certeza: AMOR, quando é verdadeiro, JAMAIS se perderá no tempo ou na distância..."tipo" andar dw bicicleta, sabe?!?
Eu e minha tia Aurora, não moramos há mais que cinco minutos de carro, uma da outra...e sua filha mais nova, minha prima Roseli Mello, mora com ela.
Nestes quase 16 anos que estou divorciada, a minha prima Sueli, que partiu no sábado, eu só vi uma única vez: quando meu tio faleceu, há pouco mais de um ano...
Nossas filhas brincavam juntas, quando pequenas, e sempre estávamos juntas, comemorando a passagem dos aniversários. .
De repente, minha separação, por minha opção; vivia uma história vazia a dois...e me sentia muito triste...
Mas jamais poderia imaginar que, com o final do meu casamento, eu tb perderia tantas pessoas que eu amava tanto...como a Sueli...e tantas outras pessoas...
Me lembro que recentemente, depois de já ter passado por tantas perdas e decepções, uma pessoa que havia se afastado de mim..e quw eu aprendi a amar tanto, me disse: " Eu não tenho nada contra você; muito pemo contrário...só não consigo conviver mais perto de você, pois vejo nas suas atitudes boas o que não consigo ser e nas ruins, o que não consigo promover..."
Maluco pensar que, mesmo quando amamos alguém, optamos por nos afastar, em detrimento ao que não sabemos administrar, internamente...

Pois bem.. Só fiquei sabendo do que minha prima passava, cinco dias antes da partida dela...
Sabia que ela havia passado por um diagnóstico de câncer, mais ou menos, um ano antes do meu...mas achava que estava tudo bem.
Mais uma situação incrível...cinco minutos de distância de carro, entre minha tia e eu...
Soube na segunda...passei algumas horas da tarde de terça, com ela. Ela já estava muito sonolenta...mal enxergava e, ao ouvir mibha voZ, questionou muito baixinho: " Quem está falando comigo?!?"...
Então, respondi: "Sua prima Élide...(silencio)...filha da tia Ilka..."
Não saberia dizer se a emoção veio da lembrança da minha mãe, que ela não teve a oportunidade de se despedir...ou da minha presença...muitos anos sem uma maior aproximação...
Mas a emoção foi visível!!!
Passei ali, algumas horas só a abservando, em silêncio...até chegarem outras visitas..e eu saí do lado dela, para que pudessem permanecer ali...
E momentos depois, chega uma linda mulher, com cara e menina, Patrícia, sua filha mais velha.
Até achei que haveria uma frieza em nosso encontro; tantos anos sem convivência....
Mas pasmem: parecia que havíamos passado o almoço de domingo juntas!!!
Passamos algumas horas juntas...confesso que a minha vontade era ficar ali...
Mas sabiamque aquele momento era delas...e me despedi, me colocando à disposição para onque precisassem...
Não perdemos mais o contato...muito oelo contrário; nos adicionamos nas redes sociais...
Combinamos que eu iria passar a noite do domingo com ela...mas Papai do Céu já tinha seus planos...e a levou na noite de sábado...
E aí, como andar de bicicleta, hoje eu realmentw posso afirmar: não desaprendi a amar minha prima Sueli ..nem suas filhas, Patricia e Tais...muito menos minha tia Aurora e minha outra prima Roseli...
Resumo da ópera: não desaprendi a amar a família do meu tio Odacy, irmão do meu pai ..
Meu pai era um alcoólatra; um homem do bem..mas doentw na alma...a bebida o levou dw nós, em meus 14 anos!!!
É lógico que, como todo alcoólatra, há uma rejeição da família...e eu acabei por fazer parte deste pacote...e o aceitei..sem questionar!!!
Muitas idas e vindas..muitas perdas...
Mas o mais incrível é concluir, após 40 anos da partida do meu pai e 15 anos da minha separação que...
QUANDO O AMOR É VERDADEIRO, ELE É IDÊNTICO À ANDAR DE BICICLETA: JAMAIS DESAPRENDEMOS A AMAR!!!❤
.........
Siga seu caminho de luz, amada prima Sueli...
Da minha parte prometo resgatar o tempo que perdemos de estar juntas, através dos nossos filhos e netas....